Noticias

Veja as últimas notícias

Especialista orienta sobre o que avaliar ao comprar um imóvel

Especialista orienta sobre o que avaliar ao comprar um imóvel

Apesar do cenário econômico exigir cautela, o momento atual pode ser bastante favorável para quem tem condições de comprar um imóvel. Na avaliação da  especialista em mercado imobiliário e professora da Unifacs, Luciana Buck, com uma oferta disponível significativa, o cliente pode conseguir não apenas um preço atraente, como também outras facilidades como impostos pagos e armários. Buck reforça a necessidade ter referências da empresa e orientação de profissionais do mercado imobiliário na hora de fechar negócio.

De que maneira o setor imobiliário enxerga o momento econômico atual? 

Com muita preocupação e apreensão. O setor imobiliário tem características específicas de produtos e serviços. Por ser uma compra de alto valor agregado, planejada e por vezes única na vida de alguns cidadãos, depende diretamente de dois fatores: crédito e prazo. A crise econômica afeta fortemente a oferta de crédito e a política de juros altos onera de sobremaneira o custo da aquisição de imóveis. Os recursos para financiamento do setor imobiliário vem de duas principais fontes: recursos da poupança e do FGTS. Com juros altos e o empobrecimento das famílias, a poupança perde recursos para outras aplicações financeiras e o crescimento da taxa de desemprego reduz os recursos do FGTS. Temos portanto um cenário negativo nos dois sentidos: redução da oferta de crédito e aumento do custo deste crédito, dois fatores que desestimulam a aquisição de imóveis.

A mudança do cenário nacional, com a mudança do governo, pode sinalizar uma melhor expectativa, também importante para reaquecer o segmento, que ainda apresenta demanda reprimida na Bahia. Como todo o Brasil, o setor imobiliário baiano está apostando na retomada do crescimento de forma gradual, a partir da mudança do cenário político.

Como o setor se organiza para retomar o crescimento após a crise? 

O setor imobiliário baiano viveu uma experiência singular no período do aquecimento do setor entre os anos de 2006 e 2010, firmando alianças estratégicas entre players do segmento. Podemos dizer que o aprendizado desta experiência é uma ferramenta extraordinária para uma retomada do setor, embora a expectativa seja de crescimento gradual neste momento.

O atual momento é mesmo propício para comprar imóvel? Por quê?

Sempre que a oferta é maior que a demanda, ganha o consumidor. As empresas estão mais abertas a negociações, não apenas de preço mas também promoções como condomínio garantido, viagem, armários, impostos pagos, etc. O consumidor deve estar atento sempre e buscar informações sobre a saúde financeira e idoneidade da empresa, especialmente quando se tratar de empreendimento em construção. A orientação de profissionais do mercado imobiliário é importantíssima nesta fase.

O que o cliente deve levar em consideração antes de fechar o negócio?

Como dito acima, a idoneidade da empresa. Verificar o correto registro do imóvel no cartório de registro de imóveis a partir de sua matrícula, verificar as certidões negativas do vendedor e registrar o contrato no cartório de imóveis. Estas são as precauções legais, além é claro, de identificar conforto do imóvel, posição do sol, vizinhança, fatores que levarão à satisfação e qualidade de vida após o recebimento do imóvel.

 

Fonte: Correios24Horas.com.br

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>