Noticias

Veja as últimas notícias

Locação residencial sobe 0,6% em novembro na Capital

Locação residencial sobe 0,6% em novembro na Capital

Os contratos de locação residencial assinados em novembro na cidade de São Paulo subiram 0,6%, em média, comparado aos valores praticados em outubro de 2014, de acordo com pesquisa realizada pelo Secovi-SP (Sindicato da Habitação). Na comparação com novembro de 2013, o crescimento dos aluguéis é de 2,5%, valor inferior ao da variação do Índice Geral de Preços – Mercado (IGP-M) do período, que foi de 3,7%. Na opinião de Mark Turnbull, diretor de Locação do Secovi-SP, “a tendência é que, na comparação com o ano anterior, os preços de locação continuem levemente inferiores à variação do IGP-M no fechamento de 2014″.

Os imóveis que registraram as maiores altas em novembro foram os de 1 dormitório: acréscimo de 1%. O aluguel das residências de 2 quartos subiu em média 0,6% e a locação das moradias de 3 dormitórios apresentou queda de 0,2%.

O fiador foi o tipo de garantia mais frequente, tendo sido utilizado em 46,5% das moradias locadas no mês. O depósito de até três meses de aluguel foi responsável por um terço dos contratos de locação efetuados. Em um quinto dos casos, a modalidade de garantia foi o seguro-fiança.

Em novembro, as casas foram ocupadas mais rapidamente que os apartamentos, em um prazo de 15 a 35 dias. Já o IVL (Índice de Velocidade de Locação – que mede quanto tempo se leva para assinar o contrato) dos apartamentos variou de 22 a 46 dias.

Vila Maria

Mensalmente, a Pesquisa de Locação do Secovi-SP apresenta dados históricos de valores de aluguel residencial negociados por bairros. Neste mês, o bairro analisado é a Vila Maria.

Localizada no limite das zonas Norte com Leste, a Vila Maria é um bairro de classe média, com predominância de casas e alguns galpões, devido à proximidade com a Marginal Tietê e as rodovias Presidente Dutra e Ayrton Senna.

De acordo com a pesquisa, imóveis de 1 dormitório em bom estado de conservação e vaga de garagem contratados em novembro tiveram valor médio por metro quadrado útil de R$ 20,70. O valor das moradias de 2 dormitórios foi de R$ 21,62 e o das de 3 quartos, R$ 18,70.

Considerada a série histórica de novembro de 2008 a novembro de 2014, os aluguéis de imóveis de 1 dormitório aumentaram 67%. Já os imóveis de 2 dormitórios tiveram aumento de 94% e os de 3 dormitórios, de 80%.

Os aluguéis contratados na Vila Maria nesse intervalo de tempo foram superiores ao IGP-M, mas inferiores à média da cidade. Enquanto a variação porcentual acumulada do IGP-M foi de 34,62%, os aluguéis de 1 quarto na Vila Maria subiram 67,27%, e a variação média da cidade foi de 78,43%.

No período analisado, percebeu-se maior aumento dos aluguéis contratados nos imóveis de 2 dormitórios, com variação acumulada de 93,64%, acima da média dos aluguéis médios do município, que aumentaram 78,43% em idêntico período.

Os imóveis de 2 dormitórios são os mais tradicionais na cidade e também se caracterizam como os imóveis de entrada para novos casais, o que explica o maior aumento nos aluguéis no bairro.

A alta dos aluguéis foi superior aos índices de inflação, fomentada pela valorização dos imóveis e pelo aumento da demanda. Com a economia apresentando indicadores mais modestos, essa diferença tende a diminuir.

Fonte: Secovi

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>