Noticias

Veja as últimas notícias

Queda recorde no valor do aluguel na cidade de São Paulo

Queda recorde no valor do aluguel na cidade de São Paulo

No acumulado de 12 meses, retração atinge 4,1%, maior percentual desde dezembro de 2005, quando o Secovi-SP começou a fazer a pesquisa

O valor médio dos aluguéis residenciais contratados no mês de março na cidade de São Paulo foi 0,9% inferior aos valores negociados em fevereiro, de acordo com pesquisa do Secovi-SP (Sindicato da Habitação). No acumulado de 12 meses, a retração atinge 4,1%, ante uma inflação, medida pelo IGP-M (Índice Geral de Preços – Mercado), de 11,6% no mesmo período. “Essa queda de 4,1% é a maior já registrada desde que o início do acompanhamento da evolução dos valores médios, em dezembro de 2005″, relata Rolando Mifano, vice-presidente de Gestão Patrimonial e Locação do Secovi-SP. 

Na análise por número de dormitórios, todas as tipologias registram redução no mês. A maior queda foi registrada pelos imóveis de 3 dormitórios, com variação de -1,6%. O valor médio das residências de 1 quarto caiu 1,0% e das unidades de 2 dormitórios, 0,5%.

O tipo de garantia mais utilizado pelos inquilinos em março foi o fiador, responsável por 46,5% das locações efetuadas. O depósito de até três aluguéis foi usado em 35,5% dos casos, ao passo que o seguro-fiança apareceu em 18% dos contratos.

O IVL (Índice de Velocidade de Locação), que avalia, em número de dias, quanto tempo um contrato demora para ser assinado, indicou período de ocupação de 18 a 46 dias.

Casas e sobrados foram alugados mais rapidamente no período analisado, em um prazo que variou de 18 a 45 dias. Já os apartamentos foram locados em 24 a 49 dias.

 

Fonte: Secovi

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>