Noticias

Veja as últimas notícias

Setor imobiliário se anima com a redução dos juros da Caixa

Setor imobiliário se anima com a redução dos juros da Caixa

Expectativa é de melhora com a diminuição da taxa de juros do crédito

A decisão da Caixa Econômica Federal de reduzir os juros e ampliar o limite de financiamento animou o mercado imobiliário. O setor acredita que a redução em 0,25 ponto percentual não irá mudar o cenário atual, mas sinaliza um movimento positivo do governo na recuperação da economia. O banco também aumentou o limite de financiamento da casa própria, de 80% para 90% do valor do imóvel, para mutuários que aceitarem receber salário pelo banco.

— Não será este pequeno percentual que vai alterar o mercado, mas isso mostra que há todo uma movimentação, estimulando as vendas e o consumo. A Caixa é responsável por 66% do crédito imobiliário, então é natural que os bancos privados acompanhem esta mesma postura para não perder mercado — diz Bruno Serpa Pinto, vice-presidente de Operações da Brasil Brokers no Rio, lembrando que houve redução de 45% do crédito imobiliário este ano em comparação a 2015.

O recente corte na taxa básica (Selic) pelo Banco Central, de 14,25% para 14% ao ano estimulou a redução da Caixa. Luis Fernando Moura, diretor da Associação Brasileira de Incorporadoras Imobiliárias (Abrainc), diz que as operadoras receberam bem a redução, mas o dado isolado não irá contribuir para a recuperação do setor, que vem sofrendo quedas.

— É sempre bom entrar o ano novo com uma notícia desta. Mas é preciso resolver a questão do desemprego para a confiança do consumidor voltar. Quando uma família entra em um financiamento compromete 20 a 25 anos do seu orçamento. Ela precisa ter confiança de que a economia vai entrar num circulo positivo — afirma.

Segundo Edson Pires, sócio da Sawala Imobiliária, já se consegue observar uma reação do mercado.

— Vendemos este ano 30% a mais do que fizemos no mesmo período de 2015. É claro que, com essas medidas anunciadas pela Caixa, teremos uma resposta muita rápida e haverá uma melhora na compra da casa própria, inclusive de imóveis de valor mais alto. Também temos que destacar as alterações na linha de Apoio à Produção para ajudar os empresários do setor. Esta iniciativa certamente vai contribuir para a volta do emprego na construção civil. E essa onda, esse movimento, com certeza, vai beneficiar o consumidor final, que será o maior beneficiado — crê Pires.

Para Bruno Teodoro, diretor da Estrutura Consultoria, correspondente imobiliário, a medida da Caixa é o primeiro passo para alavancar novamente o mercado.

— Para se ter ideia, estamos a dois meses do final do ano e a Caixa só emprestou 70% do capital previsto para o ano (R$ 93 bilhões) — lembra ele.

Fonte: OGlobo.Globo.com

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>