Noticias

Veja as últimas notícias

Ações locatícias em queda na capital paulista

Ações locatícias em queda na capital paulista

Em janeiro, foram 836 processos, o que representa redução de 18,5% em relação a dezembro

Dados estatísticos do Tribunal de Justiça do Estado de São Paulo, obtidos pelo Secovi-SP (Sindicato da Habitação), mostram que foram protocoladas 836 ações locatícias em janeiro na capital paulista. Isso representa uma queda de 18,5% em relação ao mês de dezembro, quando foram registradas 1.026 ocorrências. Na comparação com janeiro de 2015 (1.382 ações), a retração foi ainda mais significativa, de 39,5%. “À primeira vista, poderíamos comemorar a queda das ações, como se representasse uma melhoria econômica. Mas é o oposto: acredito que essa retração seja um retrato fiel de uma economia que está em ponto morto. Portanto, o melhor é insistir na negociação, em vez de recorrer à Justiça”, afirma Jaques Bushatsky, diretor de Legislação do Inquilinato do Secovi-SP.

Em janeiro, as ações por falta de pagamento de aluguel, com 715 processos, foram responsáveis por 85,5% do total. As renovatórias ficaram na segunda posição, com 57 ações e fatia de 6,8%. As ações ordinárias/despejo e as consignatórias participaram, respectivamente, com 56 (6,7%) e 8 (1%) processos.

 

Entenda o significado de cada ação:


Consignatória – movida quando há discordância de valores de aluguéis ou encargos, com opção do inquilino pelo depósito em juízo.

Falta de pagamento: motivada por inadimplência do inquilino.

Ordinária (Despejo): relativa à retomada de imóvel para uso próprio, de seu ascendente ou descendente, reforma ou denúncia vazia.

Renovatória: para renovação compulsória de contratos comerciais com prazo de cinco anos.

Acesse aqui a pesquisa completa.

Fonte: Secovi

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>