Noticias

Veja as últimas notícias

Com 25% das casas entregues, moradores dão vida ao Monte Hebron

Com 25% das casas entregues, moradores dão vida ao Monte Hebron

Com a entrega de, pelo menos, 549 das 2 mil casas do conjunto habitacional Monte Hebron, iniciada no começo deste mês, na zona oeste de Uberlândia, o cenário em alguns pontos já é semelhante ao de bairros convencionais, com boa parte dos moradores instalados, movimento nas ruas, ônibus circulando e muros sendo erguidos pelos habitantes.

No Monte Hebron, a cerimônia de entrega de 25% das 2 mil casas aconteceu no dia 9 desse mês. A partir daquela data, os moradores, à medida que tiveram seus imóveis vistoriados, começaram a receber as chaves das moradias. Nesses blocos finalizados, a maioria dos moradores já se mudou nos últimos dias, onde foram instalados água e energia.

Muitos dos habitantes estão fazendo obras de melhoria nas casas, erguendo estruturas como muros e varandas. O segurança aposentado Benjamin Pereira Souza pegou a chave no último dia 12 e se mudou três dias depois, quando começou a construir uma garagem com ajuda da esposa. “Foram seis anos pagando aluguel, mas sempre com fé que um dia Deus colocaria essa chave em minha mão. Daqui eu não saio nunca mais.”

A diarista Sheila de Fátima Ribeiro se mudou no dia 13. Ela classificou a nova moradia como a grande realização de vida. “Sonhei a vida inteira em ter a minha casa. Quando soube que era minha, foi a melhor coisa do mundo, até demorou a cair a ficha”, afirmou.

No dia 9 desse mês, o prefeito Gilmar Machado anunciou que, até o fim deste ano, outras 600 das 2 mil moradias do residencial seriam entregues. O prazo inicial era para o primeiro semestre deste ano. O conjunto completo está previsto para ser entregue em abril de 2017. Alguns blocos no local ainda estão cercados com centenas de imóveis em fase de acabamento. Duas escolas e uma unidade de saúde finalizadas seguem sem equipamento instalado. Outra escola de educação básica ainda não foi concluída.

Instalações

A Prefeitura de Uberlândia informou que 1.302, das 3,2 mil casas do Residencial Pequis já foram entregues. No entanto, é possível ver poucos moradores já instalados, uma vez que a energia elétrica está sendo colocada aos poucos, por meio de contrato entre Prefeitura e Cemig.

A empregada doméstica Marilce dos Reis Pedrosa mudou há cinco dias, mesmo sem energia no imóvel, para economizar aluguel de R$ 480. “Por enquanto, meu filho e eu estamos colocando carne e outras coisas em uma caixinha de isopor, já que estamos sem geladeira. Também estou usando lanterna à noite. Mas é felicidade sem preço ter nosso canto.”

Os moradores destas casas estão sendo convocados, aos poucos, para ter seu imóvel vistoriados e conseguir o direito de se mudar. Na manhã de ontem, Tereza de Jesus Silva foi até o local acompanhar a vistoria de sua casa. “Ontem, quando me ligaram, quase desmaiei de alegria. Meu coração acelerou tanto que eu quase não consegui segurar a caneta. Agora posso dizer que sou dona de algo”, disse. Muitos imóveis, em outros blocos, ainda estão em construção, assim como escolas e outras estruturas.

Fonte: Correiodeuberlandia.com.br

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>