Noticias

Veja as últimas notícias

Com retração, descontos favorecem locatários e compradores de imóveis

Com retração, descontos favorecem locatários e compradores de imóveis

A retração econômica pela qual o país passa é uma das explicações para a queda de vendas e locações de imóveis em Presidente Prudente no mês de agosto, apontadas por um estudo realizado pelo Conselho Regional de Corretores de Imóveis do Estado de São Paulo (Crecisp). Segundo o presidente do conselho, José Augusto Viana Neto, que participou na manhã desta sexta-feira (18) da Convenção Administrativa da entidade, realizada no Centro Cultural Matarazzo, em Presidente Prudente, a perspectiva é de melhoria para 2017.

A pesquisa aponta que, em agosto, as vendas de imóveis caíram 8,38% em relação a julho e as locações tiveram uma redução de 7,67% no mesmo período, em Presidente Prudente. Para que negócios fossem viabilizados, os proprietários ofereceram descontos em torno de 7% em relação à venda e de 12% nas locações.

“Se somarmos o movimento de janeiro até agora, está bem positivo, está crescendo. Mas na pesquisa de agosto referente a julho houve uma queda, tanto na venda como na locação. Mas o consolidado do ano dá mais de 26% de aumento. O mercado está bom para o locatário e para quem está comprando, os quais estão conseguindo descontos de mais de 7%. Em algumas regiões do Estado, chega a 15%”, pontuou Neto ao G1 para explicar o comportamento do mercado.

“Há uma retração e é visível que a crise econômica atingiu o mercado imobiliário e, com isso, aquele que necessita de liquidez mais urgente usa o desconto como um atrativo a mais para poder fechar negócio”, destacou o presidente do Crecisp ao G1.

A pesquisa também aponta que 62% dos imóveis vendidos em agosto em Presidente Prudente têm valor médio de R$ 300 mil. Destes, 71% ficam na área central (R$ 3 mil o m²) e 18% nas áreas nobres (R$ 6,2 mil o m²). Do total, 56,07% foram financiados.

Nas locações, 82% das transações foram realizadas na área central, onde o valor do aluguel das casas com dois dormitórios está entre R$ 500 e R$ 850 e dos apartamentos está na média de R$ 600.

“De acordo com os índices apresentados nesta pesquisa e também na abertura de financiamentos e na facilidade de crédito, eu acredito que as perspectivas para 2017 são otimistas. Acho que vamos ter um crescimento expressivo. A economia recomeça a dar sinais de recuperação”, concluiu o presidente do Crecisp ao G1.

Estado
Ainda de acordo com a pesquisa, a venda de imóveis usados no Estado de São Paulo cresceu 26,68% em agosto sobre julho, mês em que as férias haviam derrubado as vendas em 20,54% na comparação com junho. A recuperação marcou o segundo melhor resultado do ano e fez com que o acumulado das vendas, desde janeiro, ficasse positivo em 26,05%. Já os alugueis tiveram aumento de 3,92% entre os dois meses. A pesquisa analisou dados imobiliários de 37 cidades.

Fonte: G1.globo.com

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>