Noticias

Veja as últimas notícias

Consumidores acreditam que preços de imóveis devem cair no 2º semestre de 2016

Consumidores acreditam que preços de imóveis devem cair no 2º semestre de 2016

Levantamento também revelou a expectativa de maior flexibilidade para negociação dos preços dos imóveis

Por Redação Sonho do Primeiro Imóvel

Para entender quais as expectativas dos consumidores para o segundo semestre de 2016 em relação ao mercado de imóveis em decorrência das mudanças nos cenários político e econômico do Brasil nos últimos 12 meses, o VivaReal, plataforma digital que conecta imobiliárias, incorporadoras e corretores com consumidores que buscam um imóvel, realizou pesquisa com diversos os usuários do portal.

A pesquisa mostrou que 56% dos entrevistados apostam que os preços dos imóveis devem diminuir e 31% acredita que eles devem ficar estáveis até o fim do ano. Quanto à flexibilidade de negociação, 59% responderam que o corretor e a imobiliária ficarão mais flexíveis na hora da negociação e 23% esperam que este quesito não tenha nenhuma alteração no segundo semestre.

“O Brasil passou por várias mudanças no último ano e a confiança do consumidor não mudou. Se compararmos as respostas desta pesquisa com a realizada para o segundo semestre de 2015, podemos notar que são muito similares. O resultado apenas reflete que os consumidores continuam inseguros”, comenta Lucas Vargas, CEO do VivaReal.

De acordo com o levantamento, 69% dos respondentes esperam que as unidades para venda ou locação aumentem neste período; 23% que fique estável e 6% que reduza. Já em relação ao número de pessoas interessadas em comprar ou alugar, 44% dos entrevistados acreditam que a procura irá cair, 31% que ficará estável e 20% que irá aumentar.

Os consumidores responderam ainda questões sobre a influência das mudanças no governo federal no mercado imobiliário, incentivos ao financiamento habitacional e políticas públicas voltadas para a moradia. Cerca de 37% dos entrevistados acreditam que o mercado imobiliário deve piorar, 30% que ficará estável e 25% que deve haver uma melhora no mercado no segundo semestre.

Para a maioria das pessoas ouvidas pelo VivaReal, as políticas públicas voltadas para moradia devem diminuir (41%), outros 32% afirmaram que haverá estabilidade e 20% ainda acredita em melhorias. As opiniões sobre os incentivos ao financiamento imobiliário ficaram divididas: 37% responderam que esperam uma diminuição nos incentivos, 30% que eles irão permanecer estáveis e 27% que serão ampliados.

 

Fonte: SonhoDoPrimeiroImovel.com.br

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>